Aos Visitantes Ilustres

Tenha a certeza que bons ventos sempre chegam!!!

sábado, 7 de abril de 2012

Uma nova idealização!!!!

Alí estava eu como uma praia
indo e vindo na sua memória para não ser esquecida ou lembrada
Mas para ser desejada e concretizada.
Eu lua cheia de esperanças
que estava ainda crescente
tentei te acrescentar a dúvida e mais uma vez
se transformou em uma certeza minguante dentro de mim
expirei, respirei e senti novos ares
como já sabias, eu estava a esperar-te
mas até quando meu Deus?!
Sem respostas concretas,
Apenas esperando por outrem
que de tanto te amar também não merecera tamanho castigo

Escuto teu canto de revolta
Mas parece que nunca ouvistes meu canto de sereia te chamando
de volta àquele mar
querendo companhia de perto

Fostes a árvore que crescestes dentro de mim
até o ponto que permiti.
Vais ficar no mesmo lugar em que está.
Não vou cortar,
mas vou podar.

Fui teu sol, fostes o meu também
Vivia queimando, ardendo em chamas
te chamando pra iluminar a vida comigo,
mas já tinhas uma outra Terra,
a qual davas mais prioridade do que a mim
e eu vivia a me acalantar
e agora derrto tuas asas de cera
mas quem disse que você realmente queria voar?
Elas ali eram só de enfeite
que sonhavam por um segundo me encontrar
Mas que infelizmente nem sabia em que ano
finalmente iria voar!

Esperei tantas estacões, tantos anos
Sua resposta sempre a mesma
Um aguardar infinito
como se eu fosse algo nocivo
tipo um cigarro frio,
ou um fósforo queimado.


Mas o que sou ou serei não importa
Serei a resposta de todas as suas perguntas,
sejam elas boas ou ruins.
Lança-me aos pombos
pega a recordação e fazes o que desejares
Não serei eu atentar te mostrar o caminho que já sabes decorado.
A felicidade está dentro de cada um de nós!