Aos Visitantes Ilustres

Tenha a certeza que bons ventos sempre chegam!!!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Olha

E lá estava ela ouvindo uma tardia "declaração de amor"...

mas pq vc não tomou essa atitude mais cedo?

Não poderia misturar os momentos nem as histórias

Ali era apenas ela e vc...

Sei que sempre ficava fitando ela sem parar

Sei que ela também não parava de te fitar

Ela também já sonhou com vc

E fora mais de duas vezes

Mas ela olhava a maioridade

da mesma maneira que vc

Claro que não faltou oportunidade

principalmente quando ela pedia pra vc esperar

ou daquelas vezes em que ela te encarava

Mas não podia alarmar

e não dava mais pra segurar

A distancia até que e bom

Só assim vc cresce mais.

Olha, ela só vai te dar um tempinho tá?

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Canção sobre um anjo!!!

Lembro-me do teu olhar sobre mim.

da tua prévie escolha

de recolher tuas coisas

e ao meu lado sentar...



Durante o silêncio que se segue

nesta quente noite,

ouso escutar teu coração,

por vezes passando semanas

sem tocar em uma só palavra sobre o assunto

que ocupa todos os seus pensamentos.

E vi que compreendia cada palavra por ti pronunciada

porém, não frases inteiras.



Procurando decifrar o receio que possuis em perder coisas

que pensas não terem sido conquistadas

afirmando ser felicidade passageira

que talvez a vida com um bom humor poderia ter te agraciado.

Onde procuras a todo custo abreviar uma cena desagradável

onde tens como certo,

algo que lhe foi imposto e pelo qual

não se pode fugir.



Angel não é bem assim...



E com o mesmo intento

revelo-te também meus medos

ao mostrar que nada sou

de tão enriquecedora

e como me sinto frágil

mediante a sublimidade de teus gestos

e de como já senti

insegurança ao ver que os outros

te viam e te pré-escolhiam (como é o caso de Gisele)

assim como tu a mim.



me vejo olhando-te

de um jeito que o teu jeito não permite.

Como se não ouvisses o gritar que em teu coração reside
que quer lutar contra o teu pensamento
diminutivo

ansiando te mostrar uma garota que como qualquer outra
tem seus delírios, suas ações incompreendidas
e quando ao som de um torvão se refugia
em braços confiáveis.
contudo sem entender o sentido de tudo isso
sabendo que posso dizer com simplicidade
algo incontestável,
que aprendi a ter carinho por você!

e a última coisa que farei será proporcionar-lhe
momentos desagradáveis,
e ter o teu sonho de "amizade perfeita"
aquela que todos anseiam ter
exatamente aquela que quero ter com você.